October 8, 2014

Impressões sobre Gênova

Ciao,
Io vorrei parlar un poco di questa città...
Cidade-berço de Cristóvão Colombo e rival de Marselha na disputa pelo melhor porto do mar Mediterrâneo, Gênova situa-se na região da Ligúria e é capital da província de mesmo nome. Peculiar por toda a história que carrega, impressiona por sua arquitetura, seus prédios antigos e por um conjunto de ruas classificadas como Patrimônio Mundial da Humanidade, pela Unesco - quem tiver interesse pode pesquisar por "Le Strade Nuove e i Palazzi dei Rolli".
Desde que cheguei percebi que a cidade é bem aberta para quem vem de outros países, muita gente de fora vive aqui, e até o momento não vi nenhum caso de xenofobia. Inclusive o meu trabalho é voltado para crianças refugiadas de diversos países, além da Itália, claro.
Uma das coisas que me impressionou nesse primeiro mês, foi a quantidade de pessoas que fumam - e muito! - desde jovens. Na verdade, ainda não conheci algum(a) genovês(a) que não seja fumante. Totalmente normal preparar o próprio fumo em qualquer lugar. É um hábito tradicional que vai passando de pai pra filho.
Tradicional também é o famoso cafézinho após o "pranzo" (almoço), mas não é qualquer cafézinho, o preparo é especial. Sempre aguardo ansiosamente pelo momento pós-pranzo (viciei). Esse costume é interessante para dar uma revitalizada após um bom prato de pasta italiana.
Falando em pasta italiana, pelo menos em Gênova, não se come tanta massa quanto pensava. O cardápio é bem variado no local onde almoço, desde sopas à carnes assadas ou ainda um maravilhoso "pollo con rizo" (frango com arroz) divinamente preparados pelo Chef. Outro ponto importante a ser destacado sobre a cozinha genovesa é a famosa focaccia e os deliciosos "gelati" (sorvetes), não se pode visitar a cidade sem experimentar essas maravilhas.
O transporte público possui duas portas para a entrada de passageiros e apenas uma saída no meio, não tem cobrador (apenas uma máquina para passar um ticket de viagem válido por 100 minutos, cabe à sua consciência "ticketar"... ou não, mas se você tiver o azar de ser fiscalizado, prepare o bolso). No geral, o transporte funciona muito bem e é pontual, inclusive nos pontos de ônibus têm um painel indicando quanto tempo falta para a chegada. Além disso, tem a opção de usar o "funicolare", uma espécie de bondinho, apesar de não ser tão parecido (não sei outra forma de descrever esse sistema).




























Essas foram minhas impressões sobre Gênova, estou amando viver um pouco dessa cidade.

No comments:

Post a Comment

Compartilhe sua ideia: